» SERVIÇO SOS AUTISMO

» REDES SOCIAIS

» O SEU DONATIVO

» PARCEIROS

» NOTICIAS

Comportamento verbal

 

Chamamos-lhe a Era Atómica, e por boaa razões; mas é possível que devêssemos ser lembrados pela nossa preocupação com a expansão em vez do excessivamente pequeno - por termos aspirado às alturas em vez de à profundidade - e que vivemos na Era das Palavras

B.F.Skinner, Verbal Communication, 1957

 

O Comportamento Verbal é o título de um livro escrito em 1957 por B.F.Skinner que estuda, maioritariamento em termos teóricos, o aspeto comportamental da comunicação verbal. O comportamento verbal tem como objetivo ensinar que através da comunicação a criança consegue o que quer e quando quer.

 

Operantes

O comportamento verbal é dividido em 4 operantes, onde cada um serve uma determinada função da comunicação.

Os operantes têm uma relação hierárquica, ou seja, determinados operantes só podem ser abordados depois de outros estarem dominados.

 

Ecóico

Ecóioco é a imitação de palavra a palavra, escrita ou falada. A capacidade de imitar é fundamental para a aprendizagem de outras capacidades relacionadas com a linguagem

 

Mands

Os Mands basema-se na motivação da criança e promovem o aumento da linguagem. Os Mands são goverbados por um estado de privação e a sua satisfação funciona como reforço positivo. Quando a criança sente alguma necessidade e vocaliza-a, se o seu desejo for atendido, irá aprender que este comportamento lhe dá acesso ao que quer.

 

Tacts

Os tacts têm a função de ensinar a identificar e nomear aspetos do ambiente como nomes, ações, adjetivos, pronomes, relações, etc. O reforço positivo é dado quando a criança nomeia corretamente mas, ao contrário dos mands, é um reforço arbitrário que pode ir desde um elogio a qualquer objeto ou atividade estimulante para aquela criança em particular.

 

Intraverbais

Intraverbais são a resposta verbal à linguagem de outra pessoa. Exemplos de intraverbais são preencher espaços em branco ou responder a questões-tipo ("O que é...", "Onde vamos...")

 

Evidências

Brevemente disponível

Informações retiradas de

www.autism-community.com